Pontos Turísticos

Pontos Turísticos do Município

TORRES

As chamadas "Torres" são na realidade formações rochosas que passaram por vários períodos geológicos, sendo o primeiro de aproximadamente 90 milhões de anos. As rochas são sedimentares e metamórficas, tão peculiares que lembram verdadeiras torres de castelos medievais, daí sua denominação. As pequenas pedras encravadas na rocha são decorrentes de enxurradas acontecidas a milhões de anos, enquanto a rocha se petrificava. Encantam pelo tamanho, pelas crateras e fendas, um conjunto que aguça a imaginação de aventureiros. De cima das "Torres", que fica a cerca de 645 metros de altitude, tem-se uma visão panorâmica do sertão e demais serras vizinhas. O acesso é feito por trilhas com cerca de 50 minutos de caminhada (03 km) a partir do centro da cidade. ALERTAS: > O visitante deve manter o distanciamento da beira dos abismos para sua própria segurança. Você é o único responsável por sua segurança. > A quem visita o local, solicitamos não deixar lixo. Traga-o de volta. Afinal o lixo só existe porque você produziu e deixou no ambiente. PROIBIDO: > Fazer fogueiras; > Usar churrasqueiras; > Caçar animais silvestres; > Alimentar animais silvestres; > Acampar; > Consumir bebidas alcoólicas; > Fumar; > Armar redes; > Usar som acústico: caixas, rádios e similares; > Percorrer a trilha com veículos (motorizados ou não).

 

Deixe seu comentário

OUTROS PONTOS TURISTICOS

ESPAÇO CULTURAL CANTOFA E JANDI - O Equipamento cultural foi construído para que os grupos culturais do município possam realizar suas apresentações.

PÓRTICOS DE ACESSO - As duas principais entradas de acesso ao município são caracterizadas por pórticos imponentes e que retratam a arquitetura e história de origem do município.

PRAÇA DAS ÍNDIAS - A Praça é uma homenagem aos povos índigenas, através da lenda das índias Cantofa e Jandi, representando os primeiros habitantes da história do município.

FACHADAS HISTÓRICAS - As fachadas históricas no município serrano de Portalegre, cuja arquitetura conserva traços do período colonial, perceptível no mercado público e nas casas que decoram o centro da cidade, retratam a origem do povo Portalegrense, onde estampam a essência inconfundível do nosso p

IGREJA MATRIZ - Em 06 de janeiro de 1762, quase um mês após Portalegre se tornar vila, foi lançada a pedra fundamental de construção de uma capela dedicada à Nossa Senhora da Conceição e a São João Batista, em cerimônia presidida pelo juiz de direito de Olinda (Pernambuco), Miguel Carlos Caldeira de

Qual o seu nível de satisfação com essa informação?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito